18 de ago de 2012

Constelações Interiores


"Ela olhou sua alma através de um telescópio. 
 O que parecia irregular eram belas Constelações:  
então acrescentou à consciência 
mundos ocultos dentro de outros mundos."
Coleridge, Anotações

     
     Este poema está sendo nosso lema durante o Ciclo Eros-Psiquê.  (Veja o Post Novidades do  Segundo Semestre). Foi originalmente escrito no masculino (ele olhou).  Fiz uma alteração no gênero para combinar com nosso trabalho, uma pequena licença poética.


2 comentários:

  1. Obrigada pelo e-mail, seus artigos e dicas são sempre muito bem vindos.
    Abraços
    Sonia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Sonia, obrigada pela visita, fico feliz que tenha gostado. Também gosto muito do seu trabalho e do seu blog.
      Abraços
      Cristiane

      Excluir