14 de mar de 2013

Filme - Histórias Cruzadas


Histórias Cruzadas
EUA - 2011

    Este filme, que deu o Oscar de melhor atriz a Viola Davis, é ótimo.
     Numa cidadezinha do Mississipi, na década de 60, quando ainda imperava a segregação racial e o único destino de uma mulher era casar e ter filhos, uma garota da elite recusa os pretendentes e decide ser  escritora. Isso já causa escândalo.
     E como se não bastasse, ela quer escrever sobre a vida das mulheres negras que trabalham como empregadas domésticas.
     Não é preciso dizer que isso desagradaria a todos e o medo impedia que as mulheres falassem.
     Ela consegue a adesão de Abeleen (Viola Davis) e aos poucos outras mulheres se juntam a elas. 
     Tudo tem que ser feito às escondidas, uma verdadeira aventura, e nessa trajetória há um resgate da auto-estima dessas mulheres tão batalhadoras e sofridas.
     O livro acaba tendo um impacto inesperado e gera  muitas mudanças na vida de todos...

   Foi indicado pela querida Carla, do nosso Grupo de Estudos em Psicologia Analítica, pois tem a ver com o que estamos estudando: a questão da opressão do feminino pelo patriarcado, muitas vezes perpetuada pelas próprias mulheres. E o movimento necessário para sair desse sistema.

    Obrigada Carla, adorei!
   Recomendo a todas, principalmente às participantes dos grupos.
         

10 comentários:

  1. Bom dia Cristiane! mais um para a minha lista de indicados...aproveitando a passada por aqui, estou hoje de noite em SP, vou assistir o Seminário de Neurociência e Meditação, no Palas Atenas, alameda Lorena. Vai que tu estejas por lá, não é mesmo? não custa avisar...volto amanhã! bjs e um bom dia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Claudia,

      Puxa, desta vez não irei ao Palas, que pena...
      Bjs

      Excluir
  2. Ei Cristiane,
    Assisti ao filme. Realmente vale muito a pena.
    Aproveitando gostaria de parabenizar pela matéria na revista Yoga. Adorei!
    Abraços
    Lella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lella,

      Fico feliz que tenha gostado da matéria da revista.
      Obrigada
      Bjs

      Excluir
  3. Cris,
    Esse filme também está na minha listinha, quero vê-lo em breve.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Cristiane, já li e adorei!É maravilhoso!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Oiiii Cris!!!
    Ainda não vi esse filme, mas já amei as questões psicanalíticas que colocasse... As próprias mulheres às vezes perpetuam preconceitos contra outras mulheres... O nome do livro que inspirou o filme é A Resposta não??? Acho que ganhei ele uma vez, mas estava tão louca por outro livro que acho que troquei esse sem nem saber a história, hehe... Beijãoooo flor

    ResponderExcluir
  6. Cris sua chique, te vi lá no blog da Cláudia!!! Linda a homenagem dela e bem merecida... Preciso procurar a revista aqui em Tubarão... Que orgulho dessa minha amiga!!!! Eu tinha anotado o nome da revista, mas não tinha achado, vou procurar de novo...

    ResponderExcluir
  7. Cris, A Rosa Montero também escreveu A Louca da Casa que dizem que é ótimo!!!! Mas não li, hehe... Que bom que gostasse!!! São Paulo é uma loucura né??? Mas pelo menos tu tinhas o livrinho... Beijãooo no coração minha amiga

    ResponderExcluir
  8. He descubierto tu blog y me ha encantado, desde hoy lo sigo si lo deseas te invito a visitar my blog By Nela y si es de tu agrado me gustaria tenerte como seguidora y asi poder seguir en contacto.

    Un cariñoso abrazo.

    Manoli

    ResponderExcluir