27 de abr de 2013

Nosso Encontro de Abril - Vasalisa, a Sabida

Neste mês, que teve muitas novidades para o grupo, entramos no terceiro capítulo do livro, com o conto russo Vasalisa, a Sabida, uma história linda, que trata da iniciação de uma menina nos mistérios do feminino, através do resgate da intuição.



A maioria de nós tem dificuldade em lidar com a intuição, queremos sempre encontrar explicações racionais para o que sentimos. 
Mas a intuição precisa ser alimentada e exercitada para poder se desenvolver. 
E como podemos fazer isso? Encontrando momentos de silêncio, contemplação, realizando atividades que nos tragam alegria e relaxamento.
E principalmente ouvindo-a, sem querer explicação para tudo, pois como diz a Baba Yaga no conto: "querer saber demais faz a gente envelhecer antes da hora..."


Depois de nossa Roda de Conversas, realizamos trabalhos corporais para integração psico-física e expressamos nossas imagens interiores através da arte. 

O resumo das atividades está na página Nossos Encontros e as fotos dos belos trabalhos estão aqui.


Este encontro foi muito especial, tudo o que compartilhamos não caberia num post. 

Foi um grande prazer estar com vocês novamente. 

No mês de maio tem mais...

12 comentários:

  1. .


    É muito bom parar para descansar
    ao pé de sua árvore aonde se vê
    para admirar, se colhe para abrir
    caminho a novos frutos e se degus-
    ta como faminto do saber.

    Adorei...

    Beijos,

    silvioafonso







    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silvio, você é sempre tão gentil e poético.
      Adorei sua visita e o carinho.
      Beijos

      Excluir
  2. Cris vc eh uma pessoa fantástica sabia? Vc me parece ter um coração lindo, e mesmo pela internet me passa uma paz enorme. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa Ana, obrigada.
      Também gosto muito de você.
      Bjs

      Excluir
  3. Confio cegamente em minha intuição...ela jamais me enganou,acho isso maravilhoso!
    Respondi lá o que trouxe aqui:
    "CRISTIANE,formosa...
    Agradeço-te,por aparecer por aqui,pois se não viesses ficaria muito triste!"
    Meu aniversário não seria o mesmo sem tu!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Crista, eu não iria deixar de aparecer no seu dia!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Cristiane querida! linda postagem e juntando com o poema que li lá na Fernanda, tenho o que refletir neste fim de domingo...amei! beijos e até mais!

    ResponderExcluir
  6. Oláflor!

    Intuição é tudo de bom na nossa vida mesmo, tento estar sempre com as minhas anteninhas bem esticadas rs.
    Este trabalho que fez deve ter sido mesmo delicioso, da pra sentir a energia só de ler o que escreveu.
    Beijinhos.

    Flores e Luz.

    ResponderExcluir
  7. Às vezes a gente não pode evitar saber demais... Acaba envelhecendo sem querer, não é? Acho que no meu cérebro cada metade tem uma idade: numa eu ainda sou a mesma criança que fui, adorando comer doces, assistir desenhos, enquanto a outra tem uma idade mais ou menos como a dos cachorros - só cada ano, ao invés de contar como 7, valeu por 3. Assim, já passei de centenária faz tempo! Mas acho que é assim mesmo o universo feminino: a gente é menina, mulher e também acessa uma sabedoria ancestral, mitocondrial, passada de uma à próxima da corrente pela intuição. Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Cris,
    Precisei de um bocado de terapia para aprender que intuição existe e que eu ganharia muito se abrisse minha mente para ela. fui criada num ambiente materialista o que nem sempre me fez bem.
    Tenha uma ótima semana!
    Bjs

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  9. Querida amiga

    Fico a imaginar
    quanta felicidade
    nasce de momentos assim,
    tributos de esperança
    para a vida...

    Que sempre haja em ti,
    tempo para cultivar a alegria.

    ResponderExcluir
  10. Que legal Cris!!!
    Esses encontros são enriquecedores...
    Não me canso de dizer que queria estar aí para participar, hehe...
    Beijãooo lindona

    ResponderExcluir