10 de mai de 2013

Filme - Entre o Amor e a Paixão

Entre o Amor e a Paixão
Dir. Sarah Polley
Canadá - 2011

Este é um filme maravilhoso, erroneamente classificado como comédia. Na verdade é um romance.

Fala de Margot, uma jovem casada há cinco anos com um chef, os dois se amam muito. E têm um jeito muito particular de mostrar seu amor, com brincadeiras (às vezes ácidas) e pegadinhas que  fazem um com o outro. 

Ela sonha em ser escritora, mas não se empenha muito em busca de seu sonho, enquanto o marido está envolvido em pesquisas e experimentações para publicar seu primeiro livro de receitas.

Ela parece meio entediada, como se sua vida só acontecesse dentro do relacionamento. Parece que sempre falta algo...

Um dia, ela conhece um homem que lhe desperta uma intensa paixão, mas está dividida. Não quer trair o marido que ama.

Num primeiro momento, parece que a presença deste novo homem poderá trazer  movimento, cores, novidades para sua vida. 

O final, belíssimo, mostra que a verdadeira viagem é com ela mesma, é preciso saber quem se é, encarar o seu próprio vazio e buscar o que lhe traz sentido. Os outros (amores, amigos), podem ser apenas companheiros na jornada, não podem fazê-la por nós. 

Preste bastante atenção na primeira cena do filme, pois ela voltará no final e mudará nossa perspectiva...

Com um roteiro brilhante, de profundidade psicológica incomum. Atores excelentes, a protagonista é Michelle Williams (de Sete Dias com Marilyn).

Um filme especial, principalmente para as terapeutas e  as  participantes dos grupos!





8 comentários:

  1. É como disse a sábia Clarice Lispector: "Não procure alguém que te complete.
    Complete-se a si mesmo e procure alguém que te transborde!!!"
    Não acredito em almas gêmeas - acho um conceito pequeno demais, que limita a capacidade de amar a um círculo de apenas dois. Muito menos acredito em "metade da laranja", pois sempre me senti inteira. Não assisti ainda esse filme, mas vou procurar - vou confiar na sua opinião de que é bom, hein?! Um maravilhoso dia das Mães, doutora Cris - nem sei se você é mãe mas, se não for de filhos, com certeza é mãe de conceitos, de ideias, de almas... Um beijão!

    ResponderExcluir
  2. Minha amiga,

    acho que vou acabar me tornando uma participante virtual dos grupos...rsss...Oh vontade!!!
    Suas dicas de filmes são sempre muito bem vindas, já vou indo atrás desse aí,

    grande abraço,
    votos de um ótimo fim de semana

    ResponderExcluir
  3. Huummmm... Quero assistir!!! Adorei a Michele Williams como Marilyn... Aliás, tenho anotado váários filmes daqui... Só fico esperando entrarem no telecine hehe... Beijãooo minha flor

    ResponderExcluir
  4. Oi Cris!

    Adorei a premissa do filme. É algo que sempre penso e já discuti com minha psicóloga, a felicidade está em nós e não no outro. É uma busca por si próprio. Gostei muito da dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Uma bela dica, já me identifiquei com esse filme.
    Bjos e tenha um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  6. Ahh… depois de ler o que você postou, vou ter que asistir, tenho certeza de que vou adorar!!!

    Bjs e um ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  7. Amei a dica de filme!!!
    Boa noite!!!
    Bjus

    http://blogluminoso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Querida Cristiane
    Mais um filme para a minha listinha:)
    Te desejo um lindo fim de semana e um dia das mães abençoado.
    Um grande abraço
    Léia

    ResponderExcluir