10 de jul de 2013

A Lenda do Girassol


Fiquei encantada com esta história, pois o logotipo do nosso grupo é justamente uma fusão do sol com o girassol.


Dizem que existia no céu uma estrelinha tão apaixonada pelo sol que era a primeira a aparecer de tardinha, no céu, antes que o sol se escondesse. E toda vez que o sol se punha ela chorava lágrimas de chuva.


A lua falava com a estrelinha que assim não podia ser, que estrela nasceu para brilhar de noite, para acompanhar a lua pelo céu, e que não tinha sentido este amor tão desmedido!

Mas a estrelinha amava cada raio do sol como se fosse a única luz da sua vida, esquecia até a sua própria luzinha.


Um dia ela foi falar com o rei dos ventos para pedir a sua ajuda, pois queria ficar olhando o sol, sentindo o seu calor, eternamente, por todos os séculos.


O rei do vento, cheio de brisas, disse à estrelinha que o seu sonho era impossível, a não ser que ela abandonasse o céu e fosse morar na Terra, deixando de ser estrela.


A estrelinha não pensou duas vezes: virou estrela cadente e caiu na terra, em forma de uma semente.


O rei dos ventos plantou esta sementinha com todo o carinho, numa terra bem macia. E regou com as mais lindas chuvas da sua vida.


A sementinha virou planta. Cresceu sempre procurando ficar perto do sol. As suas pétalas foram se abrindo, girando devagarzinho, seguindo o giro do sol no céu. E, assim, ficaram pintadas de dourado, da cor do sol.


É por isso que os girassóis até hoje explodem o seu amor em lindas pétalas amarelas, inventando verdadeiras estrelas de flores aqui na Terra.

Diz a lenda que quando o ultimo girassol sumir o sol se apagará de tristeza, pois não era a planta que girava para ele. Ela apenas dançava, e ele admirado, a seguia.

Joakim Antônio




10 comentários:

  1. Lindo...lindo...lindo!!!
    Que bom que pude vir aqui e ler essa postagem tão linda!
    Amo o girassol...desde pequenina,talvez já era para me preparar para a vida que teria!
    OBRIGADA,fofura de pessoa...não sabes como me deixastes encantada!
    Beijão...
    Vou colocar teu endereço lá no meu facebook....sinal que gostei de verdade!!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Cris (minha parceira das promoções, rsrsrsrsrs):
    Minha mãe, que já é falecida, adorava girassol, inclusive pintou quadros com essa bela flor.
    Você me despertou boas recordações com esse post.
    Aproveito pra te avisar que em retribuição a sua gentileza em aceitar participar comigo das promoções, eu divulguei seu blog lá no meu.
    Depois me visita pra conferir, ok.
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
  3. Bom Dia!
    Obrigada pelas visitas, você sempre muito gentil...
    Tenha um dia de sol, enfeitado de girassóis...
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Ahhhh que post mais fofo!
    Fala a verdade Cris, se Girassol não dá uma alegria só de olhar pra ele?
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Que linda, gostei muito e vou contar como estorinha de dormir para o menininho, tenho certeza que ele vai adorar!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. LINDA DEMAIS A LENDA DO GIRASSOL!!!!
    beijo
    Cristina

    ResponderExcluir
  7. lindo lindo vou fazer um trabalho com essa lenda e essas imagens são lindas vou imprimilas kkkkkkkkkkk obrigada...

    ResponderExcluir
  8. Amo o sol e amo girassol, sou do dia...
    Vou fazer 1 site, e o logotipo será 1 girassol, e esta história é linda e completamente envolvente.
    Rosalya M. Sanchez Ramos da Silva

    ResponderExcluir
  9. Linda, ainda não a conhecia. Gostei, me passou acima de tudo uma mensagem de valorização da natureza. Temos muito o que aprender para que a vida na terra possa ser harmônica e pacífica,mesmo que seja com lendas tão fofas como essa.
    Beijo
    Denise - dojeitode.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Cristiane Marino,
    Fabulosa a história de uma das flores que mais gosto, no meio de tantas com que a Natureza nos brindou. Cá em Portugal , no Alentejo, zona do País mais quente, é lindo passear por entre os campos lindos dos girassóis, tal e qual a foto que ilustra o texto.
    Parabéns pelo fantástico espaço que conseguiu criar.
    Beijos
    Júlia Albuquerque Vieira (aqui em Lisboa)

    ResponderExcluir