4 de jul de 2013

Prática - Ajuda Para Subir a Montanha


Há alguns dias encontrei a referência ao livro do xamã Bear Heart no blog O Feminino e o Sagrado (que está na nossa lista de links interessantes).

Como fui iniciada no xamanismo e gosto muito do tema, logo comprei o livro, que estou lendo e adorando!

Testei esta prática em algumas situações e funciona mesmo, por isso  a compartilho com vocês. 

É simples!

Esta é uma prática que facilita subir uma montanha, andar longas distâncias – e também a enfrentar um assunto difícil, convalescer de alguma doença, ou apenas se levantar da cama de manhã para ir trabalhar... 


“Quando temos de andar por longas distancias ou subir um morro, nós imaginamos uma corda saindo da nossa barriga. A outra ponta da corda está enrolada em torno de uma árvore ou de uma rocha bem lá na frente. 

Então nos deixamos puxar, como se fossemos um carro que alguém puxa de um atoleiro com facilidade. Vamos indo com as mãos relaxadas e polegares ligeiramente curvados, balançando o corpo ao redor dessa corda que está nos puxando e aguentando nosso peso.


Quando alcançamos a rocha ou a arvore, visualizamos a mesma corda enrolada em torno de outro objeto mais à frente ou acima.

Assim conseguimos fazer longas jornadas mantendo uma paz estável, sem ir muito depressa nem muito devagar, e sem ficar exauridos. Podemos percorrer grandes distancias com leveza.”

Bear Heart
Xamã  Nativo Norte Americano
In: The Wind is My Mother

Desejo que lhes seja útil!



8 comentários:

  1. Muito bom mesmo esse exercício e acho que, há muito e muito tempo, já o pratico... Só que, ao invés de imaginar uma corda me puxando, eu sempre penso na satisfação que vou conseguir quando alcançar meu objetivo. Pode parecer uma bobagem, mas aprendi isso mais ou menos numa revista em quadrinhos, com o Pato Donald. Quando eu era menina, lia gibis (como eram chamados) usados o tempo todo, trocava na feira depois de lidos, por outros... Teve uma historinha na qual o Pato Donald queria logo usufruir da fortuna do Tio Patinhas, mas o Tio era pão duro e não abria a mão. Ele então pede um emprego pro tio (na esperança de impressioná-lo...). O tio o emprega como gari e manda ele varrer uma avenida sem fim. Ele mentalmente pragueja, xinga, se revolta - e não faz o serviço (e a avenida parece ficar cada dia maior e mais suja). Uma hora dá um estalo nele e ele pensa (não na avenida toda enorme e suja) em cada vassourada bem feita, uma a uma, e foca na satisfação que vai sentir quando terminar de fazer o serviço bem feito e ver a cara de espanto do tio. Assim ele ganha forças, vai até o fim, completa bem a tarefa e ganha a admiração do Tio Patinhas (a herança - nada feito, o tio era muquirana mesmo...). Nunca esqueci esse quadrinho. Me pergunto o que mais aprendi em revistinhas (acho que em cada coisa que vi, ouvi, toquei e vivi aprendi algo, não é mesmo?)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Cris,
    Vou adotar esta prática! Gostei!
    Beijos 1000 e uma noite maravilhosa para vc.

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  3. Que interessante esta prática, vou tentar numa próxima vez...já corri maratona e realmente tínhamos algumas técnicas principalmente quando fazíamos os treinamentos dos "trajetos longos". Sempre imaginava que faltava só 1 km e assim a gente chegava nos 25, 30 até nos 42,195...também me preparei para fazer o Caminho de Santiago, treinei, tinha mochila pronta, credencial, passagem e iria embarcar dia 13 de setembro...aí caíram as torres gêmeas...acabei não indo, acho que não estava pronta! pois é isto que a gente lê o tempo todo quando se prepara. Só faz o caminho quem está pronta para viver ele. Estou embarcando hoje para a Provence e volto dia 18, posto fotos assim que der...beijos e até mais!

    ResponderExcluir
  4. Oi Cris!

    Achei muito interessante sua postagem, justamente por que acabei de ler um livro que falava também em xamã, não é o foco já que se trata de literatura policial, mas achei interessante. Falando de um assunto aleatório, pensei em você, acho que pela sua profissão. Pois falava com minha terapeuta e disse a ela que acho que ela é única pessoa que realmente me conhece e fala verdadeiramente comigo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Querida amiga

    As palavras
    que despertam
    coragens,
    são para mim
    especiais.

    Que os sonhos
    te enlacem a vida.

    ResponderExcluir
  6. Oi Cris,
    Que pratica interessante, vou tentar na próxima vez.
    E vou dar uma olhadinha nesse link, que ainda não conhecia.
    Um beijo e bom final de semana;

    ResponderExcluir
  7. Querida que delicia de ideia e vamos praticar beijos Luci
    Ja estou te seguindo

    ResponderExcluir
  8. Querida Cristiane
    Não conheço nada sobre o xamanismo, mas fiquei curiosa!
    Adorei essa prática e certamente irei usá-la.
    Muito obrigada por compartilhar!
    Te desejo um lindo fim de semana.
    Bjim
    Léia

    ResponderExcluir