10 de out de 2013

Filme - Sem Sentido/ The Elephant Sighs


Sem Sentido
The Elephant Sighs
Dir: Ed Simpson
EUA - 2012

Este é um filme belíssimo. Delicado e profundo. 
Em português chama-se "Sem Sentido" (não encontrei a foto do DVD com o título traduzido), mas acho que deveria ter sido mantido o título original. O título em inglês: "Os Suspiros do Elefante", além de interessante é o grande segredo do filme.
Inicialmente escrito para o teatro, fez tanto sucesso nos EUA que foi transformado em filme. Mas foram mantidas as marcações de cena e a atuação brilhante dos cinco atores nos dá a sensação de estar assistindo a peça ao vivo.
Conta a história de Joel, um advogado que se muda para uma cidadezinha na zona rural com sua mulher e dois filhos pequenos. 
Ele vive como um autômato, parece que sua vida é vazia, não tem alegria, ele é fechado e não conhece ninguém na nova cidade. Até que encontra Leo, um senhor que o convida a se juntar a um grupo de homens  que se reúne aos sábados, pois um dos membros do grupo faleceu e há uma vaga disponível.
Joel vai, sem saber por que e nem para o quê está indo. Parece tudo absurdo, sem sentido. Mas à medida que ele vai interagindo com cada um daqueles homens, algo vai surgindo.
Joel parece cada vez mais perdido nisso tudo até que na sequência final Leo conta-lhe sobre Os Suspiros do Elefante. E nesse momento algo acontece com Joel que transforma sua forma de estar no mundo.
Foi muito interessante (e instrutivo também!) observar os dramas existenciais masculinos e sua forma de lidar com eles. 
Mas a grande beleza é que à partir das histórias destes cinco homens o filme desvela a condição humana e a busca do sentido da vida, que só pode ser encontrado através do amor, do acolhimento, da comunhão, da real experiência de comunidade humana.
Preste muita atenção na história dos elefantes (é maravilhosa) e principalmente no que acontece depois: é um momento de profunda transformação, um verdadeiro ritual de iniciação para Joel e também para seus amigos.
Um ótimo exemplo da sabedoria das palavras de Jung que lemos no grupo de estudos: "A jóia está na ferida. É através das rachaduras e buracos nas paredes que a luz pode entrar..."
Um filme inesquecível.





9 comentários:

  1. Vou procurar para assistir, com certeza só de ler já me deixou curiosa.

    bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá Cristiane,

    Mais um titulo para a lista, e com certeza vou gostar. Amei os dois últimos que indicados A filha do pai é belíssimo.
    Beijo grande e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  3. Cris,
    Esse filme parece muito forte vou procura-lo para assistir!
    Obrigada por compartilhar!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu me lembro de, quando pequena, sentir pena dos meus irmãos mais novos, os meninos. Dado um certo tempo - bem curto - meu pai os impedia de chorar, pois eram homens... Em maior ou menor escala a sociedade faz disso com eles: muitos dos sentimentos tem que ser trabalhados na solidão dos próprios pensamentos, sob pena de parecerem menos homens. Mais um motivo prá achar ser mulher o máximo - quando eu sinto vontade de chorar, choro mesmo; quando acho graça, rio até doer as costelas. Acho que vou gostar muito de assistir esse filme - obrigada pela dica.

    Beijos e um lindo final de semana, Doutora querida!

    ResponderExcluir
  5. Oiiiii Cris!!!!
    Assisti A Vida de Outra Mulher, indicação tua, e amei!!!
    O que tu acha que acontece no final??? Será que eles se entendem???
    Achei que sim...
    Fiz um post para semana que vem e citei teu blog...
    Então, estou com 36 semanas e comecei agora minha licença...
    Estava super disposta, mas agora me atacou o ciático, menina, socorrooooo...
    Comecei até a fazer fisio...
    Mas estou mais devagar...
    Assistindo muitos filmes!!!
    Tens que ler Sophie Kinsella, é divertido e muito bom!!!!
    Assisti O Exótico Hotel Marigold, já visse??? AMEI!!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi, flor, vim conhecer seu blog através da resenha de um filme (Hysteria) no blog "Gosto Disso"... Adoro filmes e esse parece ser interessante... beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Oi Cristiane, pela sua descrição já gostei do filme e fiquei louca para assistir, vou ver se encontro o DVD por aqui.
    Obrigada por compartilhar, eu adoro assistir filmes que tem mensagens interessantes como esse e falam sobre a alma humana e suas buscas!!
    Beijinhos e um excelente fim de semana!!

    ResponderExcluir
  8. That does sound really good. Do you have access to the newest movies in the theaters right now? I'd like to hear your thoughts about the film "Gravity". To me, it was very metaphorical, and when I read your description of Elephant Sighs, it made me think of the female character in "Gravity". Thanks for sharing your impressions of these. You always give me new ideas for films and things to look for!

    ResponderExcluir