2 de out de 2013

Plantando as Árvores do Quênia - A História de Wangari Maathai



Plantando as Árvores do Quênia
Claire A. Nivola
Ed. SM

No encontro deste mês lembramos do trabalho que realizamos em 2011 sobre as ganhadoras do Premio Nobel  da Paz ao longo da história. 

E falamos de Wangari Maathai, que foi agraciada em 2004, a primeira mulher da África a receber esse Prêmio.

Foi concedido pela conexão que ela fez entre a saúde do meio ambiente e o bem estar do seu povo. Foi através da mobilização das mulheres  que houve uma transformação social e política de todo um país. 

Devido à política de devastação das florestas promovida pelo governo da época, o país mergulhou numa seca terrível, com a maior parte de suas terras transformando-se em desertos. Com isso, a escassez de água e comida flagelava a população.

Ela então começou a mobilizar as mulheres, mostrando que onde houvesse verde, haveria água. E começou a criar mutirões de plantio e proteção de áreas verdes em todas as vilas e aldeias.  Elas chegavam a cavar poços com as próprias mãos e instrumentos rudimentares para conseguir água para regar as mudas. 

Em 1977 criou o "Movimento Cinturão Verde", com programas educacionais que transformaram os quenianos em cidadãos ativos e bem informados, que começaram a cobrar do governo o cumprimento de suas responsabilidades, principalmente a proteção das áreas verdes.

Isso logicamente gerou uma reação dura do governo (na época, uma ditadura) que os perseguia, mas ela manteve-se firme e com o apoio da população finalmente triunfaram.

Hoje o Quênia está coberto de florestas, muitas são reservas, e a prosperidade voltou.

Este belíssimo livro, totalmente ilustrado com aquarelas maravilhosas, conta a sua vida. Embora tenha sido escrito para o público infantil, a mensagem é tão linda que agrada muito aos adultos.

"Lembrem-se sempre do que milhões de mãos podem fazer."
Wangari Maathai





14 comentários:

  1. Que coisa mais linda flor!
    Como as mulheres são poderosas né, não digo isso por ego, mas pela capacidade mesmo que temos de dar um jeitão em tudo nesta vida...amei a dica, certamente este livro já está na minha lista.
    Beijinhos flor, abençoada 4a feira para vc.

    Flores e Luz.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo Cris! Adoro livros com abordagem infantil. Parece que a nossa criança interior agradece!! rsrs Beijos

    ResponderExcluir
  3. Cris,
    Que agradável mudança aqui no blog, legal isso de acompanhar as estações.
    Me fez lembrar ou relembrar que a vida está em constante mudança.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Que bela história linda Cris, o livro deve ser lindo. É tao importante falar de temas tão relevantes para o público infantil, ensinando valores como proteger e preservar o meio ambiente, adorei, já foi pra lista…rsrs
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Querida Cristiane
    Que linda e emocionante iniciativa!
    Excelente lição para as crianças (e nós adultos) aprenderem a preservar e valorizar a natureza!
    Um grande abraço
    Léia

    ResponderExcluir
  6. Ah, me fez lembrar um desenho que eu assistia quando era pequena - de um homem que saía plantando macieiras... Muito lindo e sábio esse exemplo, uma verdadeira missão de vida. Eu tenho uma mão muito boa prá mudas - às vezes é um galhinho pequeno que eu pego e planto, mas Deus ajuda e pega. Já tive vontade de levar minhas mudinhas prá uma praça que tem perto de casa - mas os jardineiros da Prefeitura, volta e meia, podam tudo o que nasce e que não está no esquema, então acabo levando pro sítio mesmo. Desde que a gente comprou já plantei muita coisa...

    Dizem que, prá ser uma pessoa realizada e feliz, a gente tem que plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro - quem sabe um dia...

    Beijos, Doutora querida.

    ResponderExcluir
  7. What a wonderful story to share with children. In my opinion, we need to share as many stories as we can about people who have made a difference for others. And they should all have fantastic illustrations like this one!

    ResponderExcluir
  8. Linda história Cris, deve ser um ótimo livro! Pela capa, já dá pra ver que as ilustrações são lindíssimas!
    Boa noite amiga!
    bjus!

    ResponderExcluir
  9. Oi Cris,
    Que história linda esta de plantar árvores! Não conhecia a história e nem o livro.
    Muita sorte para você neste meio de semana.
    Bjs

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  10. Olá Cristiane,

    Que historia linda! O desenho da capa também é belíssimo.
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Seres humanos notáveis merecedores de todos os prémios.
    A capa do livro é inspiradora.
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Que mulher guerreira e exemplo pra nós.

    bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia essa história. Uma linda iniciativa! Árvores são personificação da vida. Ainda bem que existem pessoas assim, que andam na contra-mão daqueles que só querem destruir, desmatar para explorar celulose, minérios, construir rodovias, habitação, enfim, acabar com a vegetação nativa, e todo ecossistema só trás prejuizos. Precisamos de mais pessoas como Wangari Maathai. Uma ótima opção de presente para minhas sobrinhas, adorei!
    Beijo Cris
    Denise - dojeitode.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Dei uma rápida lida pelos últimos posts e amei tudo aqui
    Desde o nome do blog e sua proposta até as dicas, projetos associados etc
    Pessoas como Fernanda são como borboletas que polinizam de um canto a outro sementinhas
    Seguindo por aqui e sigamos trocando figurinhas
    :)
    Vou ler mais pra trás e clicar nos links ao lado, procurar as amigas em comum, fazer novas
    E vc está convidada a fazer o mesmo por lá
    o/
    Inté!

    ResponderExcluir