22 de nov de 2013

O Verão Sem Homens


O Verão Sem Homens
Siri Hustvedt
Cia. das Letras

Esse livro é uma delícia de leitura! 
É um daqueles que a gente só solta quando lê a última página, eu li em apenas dois dias, porque ia fazer outra coisa e a cada vez que tinha uns minutinhos lá estava eu com ele. A história é tão envolvente e tão cheia de surpresas...
A autora é uma das principais escritoras americanas da atualidade (e ainda é mulher do Paul Auster...).
Conta a história de Mia, uma mulher na meia idade que vive em Nova York, poeta premiada, casada há 30 anos com Bóris, um  neurocientista.  Eles pareciam muito felizes, tinham  bastante cumplicidade e amor. Um dia, sem dar qualquer sinal de que havia algum problema na relação, Bóris chega e lhe pede uma Pausa no casamento. Como assim? Ele quer se afastar um pouco, ou seja, sair de casa.
Ela fica confusa, mas quando descobre que a "Pausa" tem nome e sobrenome, é 20 anos mais jovem e trabalha com ele, aí ela literalmente surta e vai parar num hospital psiquiátrico onde permanece por alguns dias. 
Depois da alta, decide passar o verão na cidadezinha onde nasceu. Ela conviverá com a mãe idosa e suas extravagantes amigas.
E ainda consegue um trabalho dando uma oficina de poesia para adolescentes, todas meninas.
Lá ela encontra tranqüilidade, e ao conviver com mundos tão diferentes (a velhice e a adolescência) ela viverá ricas experiências que a ajudarão a curar suas feridas e a reavaliar sua existência.
São várias personagens, cada uma com sua própria história, e ao mesmo tempo as diversas tramas se entrelaçam.
Confesso que fiquei com inveja da autora, como escreve bem! Que criatividade! O meu exemplar acabou todo grifado, pois tem passagens lindas, para reler muitas vezes..
Um livro que aborda questões importantes da vida e principalmente do universo feminino, com beleza, leveza e humor.
Adorei!


12 comentários:

  1. Oi flor!

    E eu confesso que fiquei bem curiosa, lendo a maneira tão rica com a qual descreveu a história.
    Parece fascinante! Superação total né, gosto de histórias assim.
    Dica anotada ;)
    Beijinhos, e obrigada pelo carinho sempre que passa no meu blog, vc é uma querida :D

    Flores e Luz.

    ResponderExcluir
  2. Cris,
    Anotei a indicação! Livros são sempre bem vindos.
    Estou melhor Cris, ás vezes a vida trás algo "aparentemente" ruim, mas tão necessário, com tanto aprendizado.
    Estou exercendo a minha gratidão e perdão.

    E você está melhor?

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Será que eu sobrevivo ler uma história assim? Eu mergulho muito, acabo até chorando, dependendo do livro - sou meio fraquinha quando o sofrimento não é meu... Diz ao menos prá mim se tudo acaba bem...

    Beijos e um lindo final de semana, Doutora querida!

    ResponderExcluir
  4. Oi Rosa, o livro é leve, bem gostoso de ler, e tudo acaba bem!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Fiquei muito curiosa, muito cheia de vontade de ler.
    Um grande beijinho

    ResponderExcluir
  6. E´muito boa dica, mostra a realidade de muitos casamentos hoje em dia.
    bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Mais uma super dica Cristiane, me parece um livro ótimo!! Claro que já foi para minha lista, ainda mais que é indicado por você, aí não tenho dúvida que é bom !!

    Beijinhos e um ótimo fim de semana!!

    ResponderExcluir
  8. Oi Cris,
    O título não me atraiu mas a sinopse sim, nós aprendemos muito com essas experiências, mesmo que não seja a nossa realidade, no mínimo aprendemos a cuidar melhor do que temos não é mesmo?
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Uma ótima indicação Cris! Adorei a história amiga, fiquei super curiosa pra saber o final rsrsrs...
    Bom final de semana!
    bjus!

    ResponderExcluir
  10. Obrigada por suas palavras carinhosas querida Cris!
    Você estava sumidinha!!! Espero que esteja bem...senti saudades!
    Que livro hein? Quero muito! Vou anotar o título, na primeira oportunidade vou compra-lo para comentá-lo.
    Um ótimo final de semana amada!
    Mil beijos
    Cris

    ResponderExcluir
  11. Cris minha amada! Estive viajando por esses dias, e não pude vir aqui com a frequência que venho e gosto. E confesso a você, que senti uma falta daqui... Que história! Deve ser muito envolvente. É sempre duro passar por isso, ainda mais quando a relação é assim tão longa, mas parece que ela consegue se restabelecer do choque de uma forma mais branda. E, apesar do título sugerir que a história se passe sem homens, me parece que muito do que acontece é por causa deles. Deve ser mesmo muito bom!!!

    Beijo Cris, e um lindo domingo...
    Denise - dojeitode.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Cris, parece muito bom mesmo, quero ler!!!!

    ResponderExcluir