12 de dez de 2014

Filme - A Grande Volta

A Grande Volta
Dir: Laurent Tuel
França - 2013

Para a última indicação de filme deste ano escolhi algo bem especial, esta comédia francesa é deliciosa de assistir e tem uma  linda mensagem. 
François é apaixonado pelo ciclismo, desde criança sonhava em participar do Tour de France (A Grande Volta), a maior competição européia de ciclismo, na qual os atletas literalmente dão a volta em toda a França.
Só que o tempo foi passando e ele deixou seu sonho de lado, acabou se tornando um vendedor de bicicletas. Casou-se e teve dois filhos, mas era um pai e marido ausente. Seu filho  adolescente é o que mais se ressente disso.
Mais uma vez se aproxima o campeonato e a empresa em que ele trabalha será um dos patrocinadores, ele está muito empolgado pois o chefe o escolheu para representar a empresa nas solenidades do evento.
Aí começam várias confusões que culminarão  com sua demissão e a separação da esposa. 
Sem emprego e em crise conjugal, ele decide fazer a Grande Volta mesmo não estando inscrito oficialmente, apenas  pelo prazer de realizar este sonho. Os obstáculos são inúmeros, mas sua determinação e paixão pelo esporte se espalham e muitos admiradores passam a segui-lo.
Durante o percurso ele vive muitas aventuras, conhece pessoas, passa a ter um outro olhar par si mesmo e para o que é realmente importante em sua vida. Quer tentar fazer um resgate do relacionamento com o filho e a família, que acaba sendo bem interessante.
So que no meio disso ele começa a ganhar cada vez mais espaço na mídia, o que irrita os patrocinadores dos atletas oficiais, que buscam um meio de detê-lo, levando a várias reviravoltas na trama.
Ao acompanhar sua aventura, fazemos também o percurso ao redor da França, com paisagens maravilhosas e uma linda trilha sonora.
O final reserva uma surpresa e uma redenção magnífica em vários sentidos, é um daqueles filmes que nos deixa sorrindo e com vontade de assistir de novo.
Um filme que aborda vários aspectos interessantes como a beleza dos encontros, a mudança nos relacionamentos à partir da aceitação de si e do outro abandonando o ideal de perfeição, e a importância da coragem  e persistência para irmos em busca de nossos sonhos, que ao serem  realizados nos transformam.
Recomendo!





2 comentários:

  1. Cris, querida! Eu amo as suas indicações. O meu dia (ou noite) de visitar o blog é o sábado. Daí vou me atualizando. Anote todos os filmes (e livros e tal) e vou em busca! Já assisti vários, mas quero dizer que adorei o "Ligados pelo amor". Você viu "Minhas tardes com Margueritte"? Lindo de viver!
    Gostaria muito de tê-la na palestra de amanhã (14/12). A Cristina Balieiro irá e levará seu livro com o tarô das deusas. Sei que está saindo de férias...mas tudo é possível, a sorte está lançada! Beijos e muita gratidão!

    ResponderExcluir
  2. Adoro filmes franceses!
    Mais um filme para a minha listinha :-)
    Bjos
    Lèia

    ResponderExcluir