26 de mar de 2015

Filme - Gravidade

Gravidade
Dir. Afonso Cuarón
EUA - 2013

A primeira indicação deste ano é muito especial. Um dos três melhores filmes que vi no ano passado, junto com "Questão de Tempo" (post aqui) e "Tarja Branca" (aqui). E olha que eu não sou fã de ficção científica...

Mas este filme é maravilhoso, de tirar o chapéu. Não apenas pela incrível atuação de Sandra Bullock e George Clooney e os extraordinários efeitos especiais com imagens deslumbrantes da Terra e do espaço sideral, mas principalmente pela riqueza psicológica do roteiro.

Ele foi bastante discutido no ano passado em grupos de estudos de diferentes linhas da psicologia e tem muito a ver com os temas que temos estudado.

Matt Kowalsky (George Cooney) é um astronauta experiente que está em uma missão para consertar o telescópio Hubble juntamente com a Dra. Ryan Stone (Sandra Bullock), que está indo ao espaço pela primeira vez. 

Eles são surpreendidos por uma chuva de destroços decorrente da explosão acidental de um satélite por um míssil russo. Sua nave é destruída e eles são jogados no espaço perdendo toda a comunicação com a NASA. Eles precisarão encontrar um meio de sobreviver num ambiente completamente inóspito à vida humana e voltar para a Terra.

Nessa luta pela sobrevivência aos poucos vamos descobrindo detalhes sobre os personagens que revelam sua história, os motivos de estarem nessa aventura, e determinarão o destino de cada um.

O enredo nos lembra como é difícil e trabalhoso retornar à origem, à nossa natureza, quando nos distanciamos demais de nós mesmas.

O subtítulo do filme é "não se entregue". Mesmo que pareça impossível, mesmo que a situação seja completamente desfavorável, mesmo que a morte pareça iminente.

E a grande pergunta que a Dra. Stone terá que responder e decidirá seu destino é a mesma com que nos deparamos em algum momento da vida: O que te sustenta quando nada mais pode te sustentar? 

Dá para ter uma idéia da beleza e da profundidade deste filme?

Então, se ainda não viu, assista!




15 comentários:

  1. Querida amiga, bom dia!
    Assisti esse filme no ano passado e também encantei-me!
    E' sempre tempo de recomeçar.
    Te desejo um ótimo dia.
    Bjim
    Léia

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Dra. Cristiane, lindo mesmo, assisti duas vezes, também gosto muito de filmes que nos faz refletir e ter coragem para viver, sobreviver, enfim...
    Sem mais porque muitos ainda não viram, portanto deixo aqui meu abraço bem apertado!

    ResponderExcluir
  3. Anotadíssimo! beijos e bom dia...

    ResponderExcluir
  4. Assisti logo que saiu em DVD e realmente é um excelente filme, de superação de dificuldades e de fé. Mas me deu tristeza, mesmo acreditando em vida após a morte a "morte" em si sempre me deixa triste. Sem falar na agonia de estar no espaço, é o tipo de coisa que eu só faria se meus filhos precisassem que eu fizesse, por mim mesma eu jamais faria...

    Beijos, Doutora querida. Tô dodóizinha, mas logo passa, como sempre... Obrigada pela preocupação.

    ResponderExcluir
  5. Esse filme é ótimo. No ano passado peguei a lista dos filmes ganhadores do Oscar e assisti quase todos. Mas gosto também dos filmes que às vezes nem chegam aos cinemas. Esses também contam histórias maravilhosas. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Cristiane,
    AInda não fui a esse filme, pois não sou muito fã de ficção científica, mas com sua recomendação mudei de ideia.
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
  7. Deu amiga...e fiquei super interessada em ver!
    Dica anotada, obrigada Cris!
    bjus!

    ResponderExcluir
  8. boa noite, Cristiane. Adorei esse filme e sua pergunta é para realmente refletirmos :."O que te sustenta quando nada mais pode te sustentar?" É a grande prova da vida;bjs

    ResponderExcluir
  9. Lindona, saudades!!
    Nossa, nem dei importãncia para o trailher mesmo sendo com a Sandra Bullock, que adoro!!
    Na primeira oportunidade assistirei!!
    Não gosto de ficção mas com esse enredo e sendo profundo me atrai.
    Mil beijos e ótima sexta!!
    Cris

    ResponderExcluir
  10. Oi Cris,
    Tb gostei muto deste filme e o final eu interpretei como um renascimento.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. ah obrigada pela dica amo essa atriz acho que todo filme dela é bom, entao vou assistir sim, depois venho aqui contar... bjs

    ResponderExcluir
  12. Cris,
    faço parte da lista dos apreciadores deste filme. As imagens são de suspender o fôlego e a mensagem produz pontadinhas no estômago.Sensacional!
    Tuas dicas sempre de alta importância.Valeu!

    Bjkas e bom domingo.
    Calu

    ResponderExcluir
  13. Cris!
    Sou fã de ficção, porém ainda não consegui assistir esse filme.
    Deve ser bem existencial, filosófico e questionador.
    Vou em busca...
    Agradeço a visita feita ao blog e espero vê-la novamente por lá quando puder.
    “A verdadeira páscoa está no exemplo de entrega que Jesus nos deixou”. (Jader Amadi)
    Semaninha esplendorosa com o verdadeiro sentido da Páscoa!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá,querida Cris!
    Que delícia passar pra ler os teus lindos ( e sempre interessantes!) posts e encontrar as tuas "sugestões cinéfilas"! Simplesmente adoooro !!! E graças à você, já tive a oportunidade de assistir à vários filmes maravilhosos, como "Questão de Tempo" e "Uma gaiola dourada", entre outros. Então, tenho certeza que este filme de hoje deve ser maravilhoso também! Assim, só tenho que te agradecer pelas tuas excelentes sugestões e ficar sempre à espera de outras belas surpresas cinematográficas! Sei que tenho andado meio sumidinha, mas desde o final do ano passado, os dias têm sido meio complicados e corridos por aqui... Mas graças à Deus, as coisas estão se ajeitando, e os dias menos ansiosos e mais tranquilos, já estão me permitindo retornar aos pouquinhos à blogosfera e aos blogs amigos dos quais tanto gosto. Aproveito ainda a oportunidade, pra te agradecer pelas tuas visitas sempre tão gentis e carinhosas lá no meu singelo blog...Teus doces comentários sempre ajudam à iluminar o meu dia!!! Muito obrigada de coração pela companhia!!!
    Meu abraço carinhoso pra ti!!!
    Teresa
    ("Se essa lua fosse minha")

    ResponderExcluir
  15. Cris, também assisti ano passado e fiquei maravilhada! Mas não tinha atentado pro subtítulo "não se entregue"... Vale muito mesmo assistir!

    ResponderExcluir