22 de jun de 2015

Limpe os Olhos


Este texto foi enviado pela Paula, nossa querida amiga do Círculo de Luz. Uma bela reflexão mostrando que boa parte dos sofrimentos surge porque não fomos capazes de soltar o momento anterior.

Compartilho com vocês alguns trechos lindos e uma prática simples para despoluir o olhar. Bem adequada para o inverno, uma época que pede recolhimento e prepara a renovação da vida.

Chegando em casa exaustas, com os olhos poluídos, como se tudo o que passou por eles tivesse grudado, o que fazemos? Geralmente rememoramos e recontamos o dia internamente ou para quem estiver perto. Levamos perturbações de um mundo para outro, de uma relação para outra.

Imagine uma tela de cinema onde as imagens de todos os filmes se sobrepõem, ou um espelho que guarda tudo o que reflete. Depois de um tempo não dá para ver mais nada.

As sensações de correria, pendência, desânimo, acúmulo...só surgem porque somos incapazes de soltar. 

Soltar o quê? Histórias, tensões no corpo, visões empedradas sobre nós mesmos e sobre os outros, falatório interno, lembranças compulsivas, fabricações mentais tomadas como realidade...

É preciso limpar os olhos.

Convido você para um experimento: nos próximos dias, entre dois momentos, pare por alguns segundos e solte o que acabou de acontecer. Deixe que aquilo se vá, não costure com outra coisa. 

É sempre possível inaugurar a vida. Não precisamos esperar por uma crise para começar do zero.

Teste agora mesmo ao acabar a leitura: deixe cair os ombros, desobstrua a respiração, relaxe a mandíbula, a língua, a garganta. Solte o texto junto com a exalação, sem pressa de encontrar o momento seguinte, com os olhos claros, vazios de conteúdo. 

Ah...que delícia!


Estes trechos fazem parte de um texto do Gustavo Gitti, se quiser ler na íntegra clique aqui.


Ontem, 21 de junho, às 13:38, entramos oficialmente no inverno, para saber os significados simbólicos da data e os cuidados com a saúde nesta época, clique aqui.


12 comentários:

  1. Isso mesmo, eu não gosto de fazer comentários negativos, amo a positividade da vida e de tudo, não faço rituais, não me prendo a nada, amo limpar minha casa, quando faço isso imagino tirando as "sujeiras" até da alma, rsrs, já fiz uma limpeza no armário, as roupas que não são usadas por determinado tempo já foram despachadas para os que precisam, isso me dá um tremendo alívio!
    Os noticiários estão aí, as pessoas andam estressadas, as violências existem, mas o mundo é mesmo assim, então o melhor mesmo é fazer exatamente como nos ensina nessa bela postagem!
    Olhos claros, tudo de bom!
    Abraços linda amiga!

    ResponderExcluir
  2. Oi Cris,
    Eu estava mesmo precisando deste texto, e pode ter certeza que vou coloca em prática. Estou vivendo um momento ruim no serviço.
    Obrigada por me avisar do link quebrado no sábado. Já consertei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá Cristiane!
    Bonito texto,precisamos aprender a filtrar o que os olhos veem e colocar muita generosidade no olhar.
    Abraços,
    Sonia

    ResponderExcluir
  4. Muito legal Cris, adorei amiga!
    Tenha uma feliz semana, bjus!

    ResponderExcluir
  5. Concordo com a Betty, era tudo o que precisava ler hoje...é tão fácil falar para os outros, e tão difícil de fazer! obrigada por este precioso presente! beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  6. Cris,
    Eu gostei desse exercício, na aula de Yoga minha professora Tati, fala muito sobre isso. É uma limpeza.
    Vou tenta-la praticar mais.
    Um beijo e boa semana.

    ResponderExcluir
  7. Que lindo!
    Realmente deveríamos soltar em cada por do sol aquele dia, para nos renovarmos e acreditarmos em nosso nascimento em novo amanhã!
    Boa noite renovado então, paz e luz!
    Mariângela

    ResponderExcluir
  8. Acho que, por saúde e por amor, deveríamos nos ater a compartilhar ao máximo os bons momentos, as boas vivências do dia - assim espalhamos coisas boas, elas se multiplicam. Despejar nos outros os dissabores, ao contrário do que se pensa (que ajuda a gente a desabafar e se libertar deles...) só os faz crescer em tamanho e importância na nossa vida. Além do mais acaba trazendo a pessoa prá quem a gente conta prá dentro daquela vivência, daquele problema. Não sou contra desabafos, mas acho que eles só podem ser feitos depois que a gente pensou e arquivou mentalmente no lugar correto: o que é bom a gente guarda no coração, o que não é a gente tira uma lição e segue vivendo, sem ruminar.

    Beijos, Doutora querida.

    ResponderExcluir
  9. Voltei pela saudade,
    mas também para
    deixar um beijo.

    silvioafonso




    .

    ResponderExcluir
  10. Oi, Cristiane!
    Os pensamento são o resultado das informações que assimilamos. Temos que tomar cuidado com o que interpretamos para não colocar lixo em nossa mente e contaminar a nossa "casa". Mesmo assim, se sentimos que a energia não está boa, precisamos nos munir do que temos para varrer tudo para fora.
    Beijus,

    ResponderExcluir
  11. Olá Cristiane, estou de volta.
    Lindo título, linda abordagem. Precisamos mesmo desta limpeza, diária como o banho do corpo, lavar também os olhos, o coração e a alma...
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Deixar ir sentimentos negativos, é um treino amoroso para conosco mesmo, que irradia luz, serenidade, harmonia a todos que nos rodeiam

    beijinhos, Cris, um lindo dia,

    Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir