13 de ago de 2015

Liberdade Que Estais Em Mim ... Ou De Como Um Poema Salvou O Meu Dia


Na segunda-feira acordei com todas as articulações do corpo enrijecidas, era muita dor. Doença danada que não me larga...

Aos poucos fui me arrastando para fora da cama, bem desanimada. Tomei o café da manhã e dei uma olhadinha na internet. Logo de cara uma frase chamou a atenção, era o título de um post do blog da querida Ivone - Levitar em Brancas Nuvens.

Li, reli, um estalo. Eureka! Era exatamente o que eu precisava naquele momento. 

Sim, olhei em outro sentido e encontrei o pão de minha fome. 

Uma chavinha virou lá no fundo da alma. Primeiro senti paz, depois veio ânimo, uma força para seguir adiante. Apesar das limitações físicas, me senti tão leve...

Liberdade que estais em mim, santificado seja o vosso nome!

Pesquisei sobre o autor e descobri que a frase é de um poema lindo que compartilho com vocês. 

— Liberdade, que estais no céu...
Rezava o padre-nosso que sabia,
A pedir-te, humildemente,
O pio de cada dia.
Mas a tua bondade omnipotente
Nem me ouvia.


— Liberdade, que estais na terra...
 
E a minha voz crescia 
De emoção.
Mas um silêncio triste sepultava
A fé que ressumava
Da oração. 


Até que um dia, corajosamente,
Olhei noutro sentido, e pude, deslumbrado,
Saborear, enfim,
O pão da minha fome. 

— Liberdade, que estais em mim,
Santificado seja o vosso nome.
Miguel Torga 
Às vezes, a ajuda que precisamos vem de fontes inesperadas.
Que esse poema ilumine também o seu dia!


20 comentários:

  1. Lindo poema esse! E também gosto do blog da Ivone! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Profundamente lindo! Não conhecia esse poema!
    Obrigado por compartilhar!
    Tomara que hoje estejas melhor, querida Cristiane!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  3. Amiga querida, fiquei feliz que tenhas aproveitado a bela mensagem, pois creia, nunca sei o que postar, mas vem sempre uma leve voz a me inspirar, aí acho sempre algo bom e logo vem a tão esperada inspiração, ajuda sempre, pois eu mesma já fui muitas vezes ajudada com leituras "direcionadas", fico feliz que tenhas melhorado, olhe, ficarás é curada, podes crer minha amiga!
    Amei ler também os belos versos postados, agradeço o seu carinho sempre lá no meu cantinho, pois a amizade não tem fronteiras mesmo!
    Abraços bem apertados!

    ResponderExcluir
  4. Tão lindo o poema Dra. Cristiane, que o aproveitei de pronto.
    Limitada pelas dores,
    que nos impedem caminhar,
    senti a brisa da liberdade,
    no meu peito a entrar.
    Obrigada, que a liberdade possa agir sempre a teu favor,
    que seja sempre abençoada,
    abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  5. Que lindo! Vou copiar.
    Espero que esteja melhor.
    Um abraço com carinho,
    Sonia

    ResponderExcluir
  6. Muito bonito Cris! E que bom que ele chegou pra você, nesse momento em que você tanto precisava.
    bjus amiga!

    ResponderExcluir
  7. Espero que esteja melhor.
    Ah como é bom encontrar algo que nos conforte, alimente. Sou fascinada por esses encontros!
    Acho que nossa alma os prepara secretamente...
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Isso mesmo, Cristiane, muitas vezes a ajuda chega de onde menos esperamos.
    Melhoras pra você.
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
  9. lindo demais, poemas pra mim são altamente terapêuticos, me atrevo a rabiscar alguns,rsrs tenho algo auto imune que os médicos não sabem a doença, mas tenho mtos sintomas. atualmente no hospital, só o note pra ajudar a passar o tempo, por isto me identifiquei muito com teu post, há que renovar forças a cada dia... bjs

    http://mentesinfantisfuturodapaz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Que lindo esse poema! Com certeza em algum momento compartilharei.
    E que bom que você encontrou o pão que saciou a sua fome.
    Beijos, ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  11. Nem sempre podemos escolher a paisagem, mas podemos escolher a maneira de olhar. Lembrei-me de uma frase de Tolstoi: "Há quem passe pelo bosque e só veja lenha para fogueira." Votos pela sua melhora, e gratidão pelos posts tão necessários a quem deseja a liberdade de enxergar o mundo com olhos de esperança. Abraço.

    ResponderExcluir
  12. Cris, Melhoras, certa que estais! Boas energias e Gratidão pelo poema. Terça feira me vi numa situação semelhante e caiu na minha mão outro poema desse mesmo autor que tb tocou minha alma. Agora...o seu...para meu duplo prazer! ..

    Recomeça....
    Se puderes
    Sem angústia
    E sem pressa.
    E os passos que deres,
    Nesse caminho duro
    Do futuro
    Dá-os em liberdade.
    Enquanto não alcances
    Não descanses.
    De nenhum fruto queiras só metade.

    E, nunca saciado,
    Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
    Sempre a sonhar e vendo
    O logro da aventura.
    És homem, não te esqueças!
    Só é tua a loucura
    Onde, com lucidez, te reconheças...
    MIGUEL TORGA

    ResponderExcluir
  13. Também não conhecia esse poema. Uma maravilha! bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi Cristiane!
    Adorei receber sua visita e voltar aqui pra ler este lindo e revigorante poema.
    Gostei!Um abraço pra vc!

    ResponderExcluir
  15. Olá Cristiane,

    Que lindo poema, o da postagem e o do comentário acima, não conheço e vou procurar conhecer mais. Desejo que esteja bem e que encontre força e reconforto a cada manhã, que seus dias sejam leves e positivos como você.
    beijinhos carinhosos.

    ResponderExcluir
  16. Olá Cristiane
    Seu blogue é MARAVILHOSO! Pela 1ªvez que o visito saio daqui encantada depois de apreciar a beleza e de aproveitar a calma e as energias que nos transmite ! Também gostei muito do poema ! Parabéns por ser um lindo ser humano que contribui para reconfortar e dar coragem a quem precisa dos seus conhecimentos ... Magnífico blog ! Eu posso dizer que fui ajudada através de leituras dos textos e poemas aqui postados. beijinhos e a minha enorme gratidão <3

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Lindo poema...
    Vou lá conhecer o Blog que mencionou!
    Tudo de bom!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  18. Adorei o poema Cris!!! Sábias palavras...
    Obrigada por este lindo post!


    ResponderExcluir
  19. Cristiane , espero que suas dores tenham passado . Gostei muito do poema do Miguel Torga e agradeço , como sempre , sua generosa partilha . Beijos

    ResponderExcluir