15 de set de 2016

Filme - A Partida

A partida
Japão - 2009

Este é o filme indicado para as participantes dos grupos neste mês. Um dos mais lindos  que já assisti! 

Um violoncelista cuja orquestra foi desfeita volta com sua mulher para a cidade natal onde procura por trabalho e um sentido para a vida. 

Ele encontra este sentido da forma mais improvável, através do novo emprego de  preparar os mortos para sua jornada e de sua relação com o chefe, que é um verdadeiro mestre  na arte de bem viver!  

A história fala também sobre o amor   transgeracional, ou seja, o amor que passa através das gerações.  Mesmo que não tenhamos recebido conscientemente este amor de nossos pais ou antepassados, ele existe. 

E outro aspecto muito bem trabalhado é a relação entre o violoncelista e sua esposa; as alegrias e dificuldades de uma relação conjugal estão retratadas no filme.

Apesar de abordar temas profundos  o protagonista passa por situações muito engraçadas, o que dá leveza à trama. 

A fotografia e a trilha sonora são belíssimas. 

A cena durante os créditos finais é emocionante. O personagem está fazendo seu trabalho com tanta dedicação e carinho...Fiquei me perguntando se nós mesmas nos tratamos com aquela delicadeza durante nossas vidas.

Imperdível.

Este filme ilustra de forma magnífica tudo o que estudamos no Capítulo 5: A Mulher Esqueleto - A Natureza Morte e Vida do Amor, no grupo Correndo com Lobos.

Recomendo a todas!




3 comentários:

  1. Deve ser muito bom e se o assistir estarei bem atenta! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Cristiane!
    Parece muito bom, fiquei com vontade de assistir.
    Um abraço e desejo de ótimo fim de semana.
    Sônia

    ResponderExcluir
  3. Já assisti, Cris, é mesmo espetacular. De prender até o final.

    ResponderExcluir