20 de out de 2016

O Jovem Gandhi e o Professor Arrogante - Histórias Que Curam


Quando jovem, Gandhi foi cursar Direito na Universidade de Londres. Foi um período difícil, pois um professor chamado Peters não o aceitava pelo fato dele ser indiano.

Na época a Índia era colônia britânica. Muitos ingleses viam os indianos como seres inferiores. Mas Gandhi não se intimidava com o preconceito.

Um dia o professor estava almoçando no refeitório e sentaram-se juntos. O professor disse:

- Sr. Gandhi, você sabia que um porco e um pássaro não comem juntos? 

E o jovem Gandhi imediatamente respondeu: 

- Ok, professor. Já estou voando para outra mesa. 

O professor, muito aborrecido, resolveu vingar-se nas provas orais, mas Gandhi respondeu brilhantemente a todas as perguntas. Então o professor perguntou:

- Sr. Gandhi, imagine que está andando por uma rua e encontra uma bolsa. Dentro dela estão a Sabedoria e um pacote com muito dinheiro. Com qual deles ficaria?

- Claro que com o dinheiro, professor.

- Sr. Gandhi, pois eu em seu lugar ficaria com a Sabedoria.

- Tem razão professor, cada um ficaria com o que não tem!

O professor, furioso, escreveu "idiota" na prova e lhe entregou.

Gandhi recebeu a prova, leu, voltou à mesa do professor e disse: 

- Professor, o senhor assinou a prova, mas não deu a nota!

_______

Que jovem espirituoso, não é? 

Muitas pessoas confundem ser boa ou pacífica com suportar humilhações e "engolir sapos".
Mas o que Gandhi nos ensinou com sua história?

Semeie  a Paz, mas seja firme com quem te despreza ou diante de alguém que quer lhe fazer mal. Ser gentil não significa tolerar desrespeito nem maldade.

Podemos nos fazer respeitar de forma elegante, porém firme.

Pare para refletir: Como você reage diante de situações como essa?





5 comentários:

  1. Ghandi soube aproveitar da melhor forma os insultos que o professor lhe fez. Deve ter sido grato pela oportunidade de estar ali e aprender ainda mais sobre como lidar com os ingleses.
    Para a maioria das pessoas o certo seria partir para uma discussão ou se submeter aos insultos por ter interiorizada o lugar de submissão.

    ResponderExcluir
  2. Que bela e sábia mensagem, nos traz essa história! Queria ter a sua serenidade e sabedoria diante de situações como essa. Sou muito tolerante...
    Bjus Cris!

    ResponderExcluir
  3. Gostaria de ter essa rapidez de pensamento que tinha Gandhi. Acho que demonstra a certeza interna daquele que sabe quem é e a que vem neste mundo.
    Ainda estou me buscando....

    Abraço, Cristiane.

    ResponderExcluir
  4. Adorei,li no aeroporto retornando das férias que foram ótimas, pena acabaram!!bjs chica

    ResponderExcluir
  5. É uma ótima reflexão! Gostei de ler e não conhecia esta história.

    ResponderExcluir