25 de nov de 2016

Correndo com Lobos - Capítulo 7 - O Corpo Jubiloso


Este encontro foi um pouco diferente dos demais, pois como o tema é o corpo, economizamos nas palavras e priorizamos as vivências. O objetivo é que todas saíssem vitalizadas, com a sensação de corpo vivo.

E  o que é um corpo vivo no mundo instintivo?

No nível mais básico, consideramos o corpo o Templo do Ser; portanto, a questão não é a do formato, do tamanho, da cor ou da idade; mas se existe sensação, se funciona como deveria, se temos todo um leque de sentimentos.

Sua função é proteger, conter, apoiar e atiçar o espírito e a alma em seu interior, a de ser um repositório para as recordações, de nos encher de sensações - o supremo alimento da psique -  para provar que existimos, para nos dar uma ligação com a terra, para nos dar volume, peso.



Realizamos várias vivências corporais: primeiro uma massagem relaxante, depois trabalhamos em duplas na vivência das Flores e Borboletas, trazendo vitalidade para a pele, acordando todo o corpo. Em seguida a prática com Dança e o Movimento Expressivo. 

Depois dessa sensação de despertar e habitar o próprio corpo, fizemos uma experiência de sensibilização e mobilização das imagens interiores através da Escrita Poética. 

No final, compartilhamos nossas experiências e  encerramos com a  Dança Circular, que está ficando linda! 

Este encontro foi realmente inesquecível, e marca uma nova fase, pois passamos da metade do livro e o foco agora é a transformação.

Foi uma grande alegria estar com vocês, fechamos o ano com chave de ouro! No ano que vem tem mais....


P.S.: Agradeço a força e o carinho, já estou quase totalmente recuperada.



6 comentários:

  1. Olá, Cristiane!
    Feliz em saber que está melhor, logo estará totalmente restabelecida.
    O encontro deve ter sido muito gostoso.
    Desejo um ótimo fim de semana,
    Sônia

    ResponderExcluir
  2. Um encontro que, além de tudo, contou com poesia só pode ter sido mais que especial!
    Fico feliz que esteja se recuperando bem. Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Dra.Cristiane!
    Vivencias maravilhosas, tenho certeza!
    Fico feliz sabendo que está melhor de saúde!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  4. Oi Cris,
    Eu já disse e repito, adoraria frequentar um dos seus círculos.
    Estou feliz em ver que está de volta.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cris,
    estou de volta... vim agradecer sua visita e lhe dizer que queria muito que você lesse uma crônica que escrevi sobre minha bisavó.É a postagem imediatamente anterior ao post sobre a pintura de Volegov:
    http://www.jussaraneves.com.br/2016/11/bolinhos-de-carne-ou-joaozinho-e-maria.html
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Feliz que está tudo bem, Cris.
    E aqui, sempre, a continuidade de um trabalho excelente.

    ResponderExcluir