4 de jul. de 2019

O Filho de Mil Homens, uma Obra Prima que traz Cura e Esperança

O Filho de Mil Homens
Valter Hugo Mãe

Um dos livros mais belos que já li. Li em dois dias, não conseguia largar!

O personagem principal, Crisóstomo, é um homem que ama por grandeza, ele tem um palácio interno e é capaz de pendurar e acender lustres nos corações mais escuros. 

Este pescador chegou aos 40 anos sem uma companheira, mas deseja muito ser pai e ter uma família. 

Ao longo da história, as vidas de vários personagens vão se entrelaçando, e as feridas que parecem ser motivo de desesperança, tornam-se na verdade o caminho para a cura e a redenção pelo amor. 

Crisóstomo, mesmo sendo homem, encarna o princípio feminino por natureza, como diz Marion Woodman: "O princípio feminino é o que tudo abarca, o que nada exclui."

Cada personagem simboliza um aspecto do ser humano com sua luz e sombra. A história é uma aula de psicologia profunda. O autor coloca tanta beleza em frases aparentemente simples, que nos emociona. 

O livro fala também da questão do perdão e de suas muitas faces. 

Do ponto de vista das constelações familiares, é um maravilhoso exemplo de que os excluídos de um sistema precisam ser honrados para que se encontre a harmonia. 

Fala também de como podemos nos alienar dos nossos sentimentos em função do preconceito coletivo, apenas para manter uma imagem. E de que sair disso é como uma volta para casa. 

Os personagens são tão reais, que ao final do livro parecia que eram parte de minha família, já estou com saudades!

Aprendi tanto com esses personagens, com essa história incrível...

Se você quiser conhecer um pouquinho mais sobre o autor, assista a este episódio de Conversa com Bial, no qual ele entrevista Valter Hugo Mãe.  É ótimo!




Recomendo a todas! 

Você já leu esse livro ou algo desse autor? Conte para nós!





6 comentários:

  1. Ele é maravilhoso e vale ler esse livro! Um lindo fds! beijos ,chica

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cristiane!
    Eu ainda não li esse livro, mas sua descrição me fez anotar o nome, na minha lista de livros que ando querendo ler.
    A lista tá aumentando mais rápido do que eu tenha dado conta de comprar e ler, rs
    Bjs e obrigada pela dica.
    Sônia

    ResponderExcluir
  3. Fiquei interessadíssima pelo livro, Cris. Recebi um convite para assistir uma sessão de constelação familiar mas, ainda não me sinto pronta a mexer nos fatos recentes e nem nos passados a estes irremediavelmente interligados.
    Chegará o momento certo de participar.

    Boa semana pra vc.
    Bjssss,
    Calu

    ResponderExcluir
  4. Oi Cris,
    Estou em dívida com ele há muito tempo, pois nunca li nada dele, mas agora baixei o livro. Estou lendo Justiça, mas assim que terminar, vou começar a ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Cristiane , pela sua sinopse é um livro imperdível . Vou lê-lo com certeza . De Valter Hugo Mãe li " o apocalipse dos trabalhadores " que é bastante interessante . Obrigada pela indicação . Beijos e boa semana .

    ResponderExcluir
  6. Uma amiga do coração já tinha me falado deste autor e depois que li seu comentário comprei o livro é, como vc, devorei com os olhos e coração. Quanta sensibilidade!

    ResponderExcluir