O Vício da Perfeição e a Imagem Corporal


Quando o Vício da Perfeição se manifesta na imagem corporal a maioria de nós se identifica.

Em nossa cultura o corpo é tratado como objeto, como se a aparência fosse garantia de afeto.

A insatisfação por ser magra ou gorda, muito peito, pouco peito, quadril largo, quadril estreito, cabelos grisalhos, celulite, estrias, rugas... e tantos detalhes aos quais as mulheres dão importância exagerada movimenta um enorme mercado.

Além disso, manter as mulheres insatisfeitas com seus corpos é uma forma de distração e pulverização de nossa energia, que poderia ser melhor utilizada para realização pessoal e atuação no mundo.

O corpo é nosso melhor amigo, mas o tratamos como se fosse o pior inimigo. Se estivermos saudáveis, o corpo terá o tamanho certo para a energia que contém.

O trabalho da alma é descobrir a magnífica consciência de que a matéria está impregnada, de que nosso corpo está repleto e assim manter a energia fluindo em nós.

Se prestarmos atenção na luz em uma roseira, na energia de uma árvore, vamos perceber que essa luz e energia estão em nós, em nosso próprio corpo, vamos entender que nascemos para viver no amor que permeia toda a vida.

Assim cada corpo será de uma beleza sagrada.

E isso nos dá uma força incrível!

Quanto amor, alegria, suavidade, delicadeza, prazer e potência podemos sentir através do corpo?



Um comentário:

  1. Oi Cristiane!
    Sempre uma bela reflexão!
    Gratidão! Tenha uma linda semana!

    ResponderExcluir