16 de ago de 2018

O Vaso Quebrado - Histórias Que Curam



Uma senhora chinesa já idosa, carregava dois vasos grandes, cada um pendurado na ponta de uma madeira que se apoiava em seus ombros. Um dos vasos tinha uma rachadura e o outro era perfeito.

No fim do percurso o vaso defeituoso chegava sempre com metade do seu conteúdo. E assim, por dois longos anos, a senhora levava para casa um vaso e meio de água.

O vaso perfeito era orgulhoso, pois cumpria sempre sua função. O vaso defeituoso, ao contrário, envergonhava-se de sua imperfeição, pois perdia sempre metade do seu conteúdo.

Depois de dois anos, percebendo o vazamento durante o trajeto, falou com a senhora idosa: "Sinto muito, que por causa do meu defeito perca metade do conteúdo."

A senhora sorriu e disse: "Já reparou nas flores que estão do teu lado  da estrada, enquanto que do outro não há nada?  Isto porque eu sempre soube que havia uma rachadura, então plantei sementes do seu lado e a cada dia que fazia este trajeto  você regava as sementes."

"Por dois anos  tenho colhido estas maravilhosas flores para enfeitar nossa mesa. Sem você e sua maneira de ser não seria possível esta beleza para alegrar nossa casa." 


Dedico este conto a todas as reféns do vício da perfeição.


6 de ago de 2018

Atendendo aos Pedidos das Alunas...


As alunas que finalizaram o Curso Eros e Psique escolheram ler este tesouro para continuar os estudos sobre o feminino.

A turma anterior foi inesquecível, desejo de coração que esta jornada seja transformadora para todas!

Ainda temos algumas vagas disponíveis.

Mais informações aqui.



30 de jul de 2018

A Força da Vida Está em Toda Parte


Durante as férias meu olhar ficou menos apressado e pude contemplar melhor o mundo ao redor. Encontrei maravilhas, como esta  linda plantinha que brotou em uma rachadura do piso de cimento e resistia bravamente  em condições adversas dia após dia.        

Às vezes, basta uma pequena  abertura  para que a força da vida se manifeste. Tentamos controlar tudo para evitar rachaduras ou falhas e ficamos tão perturbadas quando elas acontecem....nem percebemos que elas podem ser a porta de entrada para algo  novo e vital.



A natureza nos mostra que a vida tem seu próprio curso, precisamos aprender a caminhar em harmonia com ela, isso nos poupa muitos sofrimentos... 

Trouxe um galhinho desta beleza para casa e a plantei num vaso. Ela enraizou e está linda. Gosto de admirá-la para me lembrar que a força da vida está em toda parte!

Ótima semana para todas!
  

24 de jul de 2018

Tributo a Marion Woodman



"O corpo é aquela parte da alma 
que pode ser percebida pelos cinco sentidos."
Marion Woodman
1928 - 2018

Foi muito difícil escrever este post. Como falar de alguém que teve um impacto tão grande em minha vida? 

Ela partiu no começo deste mês. Em agosto completaria 90 anos.

Marion era professora de literatura inglesa e teatro no ensino médio do Canadá. Aos 50 anos, durante uma crise existencial, foi fazer terapia.  O mergulho foi tão intenso que ela decidiu iniciar toda a formação para tornar-se analista junguiana.

Adorava dançar e recitar poesias. Tinha um incrível senso de humor e uma forma deliciosa de passar seu conhecimento, contando histórias e mitos entremeados de passagens de suas próprias experiências de vida. 

Valorizava a espiritualidade como função estruturante da psique e, assim como Santa Hildegarda, teve várias visões de Sophia (a face feminina de Deus) que influenciaram profundamente sua obra.

Em sua carreira como analista desenvolveu um método inovador de integração corpo e mente, o qual tive a felicidade de aprender. 

Dedicou-se ao estudo das questões envolvendo a feminilidade, os distúrbios alimentares e vícios; principalmente o vício da perfeição, que seca a alma. 

Escreveu onze livros após os 50 anos!  Entre eles os aclamados: O Vício da Perfeição, A Virgem Grávida e A Feminilidade Consciente. A leitura de seus livros é um processo iniciático. Um despertar. 

Uma mulher extraordinária que lutou ela mesma, durante a juventude e boa parte da vida adulta, contra a anorexia nervosa.

Enfrentou um câncer devastador aos 70 anos que a deixou numa cadeira de rodas. Mas ela venceu a doença e voltou a andar e a dançar!

Que amor à vida...

Marion, você me ensinou tantas coisas...mas principalmente a permitir que minha alma cante sua própria canção e a acreditar que merecemos ser amadas pelo que somos. 

Com você também aprendi que o Sagrado Feminino é a própria Natureza, e a única maneira de evitarmos o colapso ecológico de nosso planeta é através do resgate e valorização das qualidades do feminino em todos os seres humanos.

Eu me curvo em reverência. Eterna gratidão. 


Marion e Ross Woodman. 
Parceria e inspiração durante 60 anos de casamento, até o falecimento dele em 2014.

Que você esteja com seu amado Ross, dançando livre e feliz, na luz de Sophia.


P.S.: Para quem deseja conhecer sua obra, recomendo "A Feminilidade Consciente", uma coletânea de entrevistas dada por ela ao longo da vida. É escrito de forma dinâmica e mais fácil de ler, porque segue o ritmo das conversas, mas é bem profundo. 

16 de jul de 2018

Tudo Isso Sou Eu


Poema e Arte da Loba Iara Morais após vivência com Movimento Autêntico no Curso Correndo com Lobos, turma 2016/17.