28 de mai de 2018

Respeitar a Inocência das Coisas


"Muitas vezes somos nós que não deixamos a vida ser simples. Por que precisamos espremê-la, mordê-la e arremessá-la  contra o que nos convencemos serem nossos grandes poderes racionais? Nós violamos a inocência das coisas em nome da racionalidade para podermos seguir sem interrupção... Vamos respeitar o caráter sagrado do inexplicável."

Marlena de Blasi
In: Mil Dias em Veneza

Este post foi inspirado por nossas conversas no grupo Correndo com Lobos, sobre a diferença entre ingenuidade e inocência. 

A ingenuidade não é um atributo da mulher selvagem, mas a inocência sim.

Sabe diferenciar uma da outra? 




21 de mai de 2018

O que é Curar-se?



“Não se queira curar a parte sem tratar o todo. 
Não se queira curar o corpo sem tratar também a alma…
este é o erro dos nossos dias, 
os médicos separarem a alma do corpo.”

Platão
Filósofo Grego
427-347 a.C.

Em português, associamos a palavra Curar a recuperar a saúde, mas ela também significa secar ou defumar um alimento (curar um queijo, por exemplo). Mostrando que a  cura é um processo, e tem relação com o tempo e o amadurecimento.

A palavra inglesa heal (curar) deriva do termo anglo-saxão halque significava “todo”, mas também “saudável” e “sagrado”. Isto já nos dá uma idéia da relação entre saúde e totalidade.

Se corpo, mente e espírito estiverem dissociados, não é possível haver cura completa. Uma alma doente manifestará seu desassossego na forma de sintomas físicos.

Os pensamentos e sentimentos que alimentamos em relação ao mundo e a nós mesmos são a principal causa  do sofrimento.

As doenças geralmente são mensagens que recebemos, dizendo que estamos em desarmonia, que algo precisa ser mudado. Quando entendemos o recado, a doença vai embora. 

É como diz uma médica oncologista que admiro muito:  “ A doença é um grito que a vida dá para avisar que estamos indo pelo caminho errado. A intensidade do grito será proporcional  ao grau de surdez da pessoa." 

Enquanto ficarmos “brigando com a vida”, nada acontece. Somente quando ocorre aceitação pode haver transformação.

A Cura pode ser vista também como um processo iniciático, pois no final não somos mais as mesmas, fomos transformadas, e invariavelmente descobrimos em nós uma força que desconhecíamos.

Então, curar-se é voltar a ligar-se com a alma. Na essência da cura há amor e compaixão. 

Como disse Sakyamuni Buda: “Da doença surge a mente que busca O Caminho.”

Pense nisso…e cuide do que precisa ser Curado em sua vida com delicadeza e amor.



14 de mai de 2018

A Natureza e Outras Mães - Poema


"A natureza foi minha primeira mãe.
Memorizei o chão da floresta 
como se fosse o seu corpo.
Sua pele cheirava a pinho e a raízes doces.
Tingia minhas fraldas de verde
e perfumava meus cabelos;
sempre cheios de folhinhas, gravetos e musgo.
Nunca me ocorreu, 
naqueles primeiros anos de vida na floresta,
que eu fosse um ser humano."

Brenda Peterson
escritora americana
In: Nature and Other Mothers


Este poema foi lido nos encontros dos Grupos: Aion e Mito e Psique, 
mas é tão lindo que compartilho com todas.

Uma linda semana!




6 de mai de 2018

O Sucesso e as Mães ...



"O sucesso tem o rosto da mãe.

Assim, cada pessoa lidará com o sucesso 
da mesma forma que lida com sua mãe.

Se conseguir ter uma boa relação com ela, será bem sucedido em qualquer área da vida e saberá lidar com isso.

Quem a rejeita, não.

O mesmo se dá numa relação amorosa, que seria nosso maior êxito e ao mesmo tempo a coisa mais difícil que existe.

A coisa mais bela e a mais difícil geralmente andam juntas..."

Bert Hellinger
psicoterapeuta alemão
inventor das Constelações Familiares


Esta frase é de uma sabedoria incrível e totalmente comprovada na clínica psicológica. Problemas com o complexo materno e paterno são muito frequentes.

As pessoas que mais têm dificuldade em gerar e manter prosperidade e êxito na vida, são as que mais dificuldades têm na relação com a imagem da mãe dentro de si.

Isso não quer dizer que as mães são perfeitas, mas sim que devemos estar em paz com a mãe que tivemos e com a imagem da linhagem feminina dentro de nós. 

Ter a sensação de que está tudo certo. Não há dívidas nem expectativas. 

Na semana do Dia das Mães, para pensar...



29 de abr de 2018

A Espiral



A linearidade não  vem  naturalmente para mim.
Ela mata a minha imaginação.
Nada acontece.

Nada de sinos tocando.
Nenhum momento de "Aqui e Agora".
Nenhum momento que me diz "Sim".
Sem isto, eu não me sinto viva.

Prefiro o prazer da jornada através da espiral.

Relaxe.
Aprecie a espiral.
Se você perder algo na primeira volta,
não se preocupe.
Você pode pegá-lo 
na segunda -  na  terceira - ou na nona volta.
Não importa.

Relaxe.
O momento é tudo.
Se o sino tocar,
ele ressoará
por todas as voltas da sua espiral.
Se ele não tocar,
é a espiral errada,
 o momento errado, 
ou simplesmente,
não há um sino.

Marion Woodman e Jill Mellick
In : "Coming Home to Myself"